Relatório do analista

Redução do tempo de inatividade não planejado e sistemas de automação à prova de futuro

Aprenda como minimizar ou até eliminar o tempo de inatividade não planejado do sistema de automação

O tempo de inatividade não planejado é o número um dos problemas dos sistemas de automação atualmente. Uma porcentagem significativa da atual base instalada global de sistemas de automação tem pelo menos 20 anos e está se tornando cada vez mais difícil e dispendiosa de manter adequadamente.

O impacto médio do tempo de inatividade não planejado somente nas indústrias de processo é de US$ 20 bilhões, ou quase 5% da produção anual, tornando a minimização do tempo de inatividade não planejado atribuível à automação uma das melhores maneiras para as organizações industriais melhorarem seu retorno sobre os ativos (automação) (ROA).

Este relatório examina em detalhes:

  • Conseqüências comerciais do tempo de inatividade não planejado
  • Como o tempo de inatividade não planejado prejudica a produtividade
  • Formas de minimizar as múltiplas causas de paralisações não planejadas
  • Tendências e Contexto de Convergência OT/IT

Bens relacionados

Rolar para o topo